Diário de uma pasteleira portuguesa a pasteleirar por aí...
Sábado, 29 de Julho de 2006
Os pasteleiros

  Hoje estou verdadeiramente contente! Os meus primeiros dias aqui não foram tão faceis como esperava, mas depois de 3 semanas e de muita paciência começo a sentir que as coisas melhoram a todos os niveis! Passado o tempo necesário de adaptação (o perguntar onde está tudo, como funcionam as máquinas, quem é quem, etc) já me sinto adaptada a este trabalho e com uma vontade renovada de aprender! As pessoas também já se acostumaram a ver-me saltitar por aquí e começam a integrar-me nesta equipa de loucos. É caso para dizer que ainda não venci a guerra, mas esta primeira batalha está ganha!

  Hoje foi o último dia do japonés que estava também a fazer um estágio na pastelaria, o Masato é um personagem: não falava, faziam ruídos estranhos quando comia e sobretudo o que me deixava mais intrigada era o seu avental de trabalho, preto, curto e... de couro! Aqui fica registada a despedida que a equipa da pastelaria lhe fez. Estes são os meus novos colegas de trabalho (da esquerda para a direita): Franco, o pasteleiro napolitano que tem 21 anitos; Paolo, o pasteleiro chefe da pastelaria; Masato, o japonês estranho e Ascanho, o pasteleiro do restaurante. O mais engraçado é que depois de ter tirado a foto o gorro do Masato começou mesmo a arder, mas claro como me ria tanto não consegui nem pegar na máquina!

  E depois de umas tartes, uns biscoitos, uns croisants e uma empreitada de gresinos ainda me convocaram para ajudar os moços da cozinha a limpar oregões selvagens. Aqui é assim, quando acada o serviço dos almoços e há coisas para fazer todos ajudam. Parece-me bem, além disso sempre é uma oportunidade para aprender os palavrões italianos que eles tão gentilmente fazem questão de me ensinar.

  E quando cheguei a casa, para não variar lá tinha a máquina de lavar roupa no meio da casa de banho. Eu sinceramente penso que a máquina se quer escapar porque nós lhe damos muito trabalho, por isso sempre que nos apanha fora de casa tenta sair...

  Depois do jantar (masa, espantem-se!) fui com os outros pasteleriros ao bar da pastelaria para uma despedida em condições do japonês, desta vez sem gorros queimados!

 


tags:

publicado por Rita Pastelerucha às 18:40
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
procurar doces no blog
 
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28


doces recentes

Era uma vez uma quinta...

We'll allways have Paris....

Um brinde...

Se não tiverem paciência ...

E lá fui eu otra vez!

Abram alas para o Noddy!

Arcaz Velho

Há quem compre carros, eu...

25 cm é muito?

A barata diz que tem...

Às vezes tenho tanta fome...

Barcelona!

Mais uma churrascada...

Eu é mais bolos...

Estavam boas estavam...

doces antigos

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

tags

todas as tags

links
gulosos
Free Hit Counters
Hit Counters
mais gulosos
gulosos do mundo
translate me
termómetro
Click for Lisboa, Portugal Forecast
blogs SAPO
subscrever feeds