Diário de uma pasteleira portuguesa a pasteleirar por aí...
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008
O bolo que foi Rei

 

  Longe vai o tempo em que o bolo-rei fazia parte do meu dia-a-dia, ou devo dizer da minha noite-a-noite?... Longe vai o tempo em que acordava sobresaltada com o despertador que rompia o silêncio da madrugada e interrompia o meu sono profundo. Longe vai também o tempo em que me ria das parvoíces dos meus colegas pastelerios, mas isso é um capitulo à parte...

  Foram só 2 mesinhos que estive naquela pastelaria, não queria mais, foi só mesmo um estágio para ter uma noção mais practica da nossa pastelaria comercial. Afinal a rapariga andou por tanto lado a fazer coisas típicas de outros sítios e depois não me sabia fazer o belo do pastel de nata, a bela da bola com creme e o exlibris do nosso Natal o bolo-rei, pois então! Foi bom, foi mesmo muito bom. Custou, ah pois custou, mas o que aprendi compensou.

  Já sabia, mas se tivesse qualquer dúvida tinha ficado esclarecida: este não é de facto o tipo de pastelaria que eu me vejo ou quero fazer. Não é que não goste, nem é por uma questão de perconceito, é simplesmente porque eu gosto de fazer coisas únicas e não apenas mais uma versão do que é feito na pastelaria da esquina de cima, ou na pastelaria da rua de baixo.

 

  Até tive pena de me vir embora, sobretudo por deixar de conviver diariamente com aquelas figuras que trabalhavam comigo e que me brindavam com pérolas diárias de humor espontaneo. Os que conviveram comigo durante estes 2 meses chegaram a ir às lágrimas com as histórias que eu trazia de cada jornada de trabalho. Aquilo é que era mesmo "cada cavadela, cada minhoca"! Cheguei mesmo a andar com um caderno para ir apontando aqueles dizeres.

  O "Farinha" passava a vida a cantar uma canção que tinha uma letra de um valor poético imbativel: "Tenho uma rata no sotão, perto da lata da tinta, todos os dias lá vou a ver se a rata já pinta, lalalalala..." Também ele me contava todos os dias a mesma anedota, também na mesma linha poética: "Oh mãezinha a luz também se come? Não meu filho, porquê? Porque ouvi o papá a dizer à criada -Oh Maria apaga a luz e mete-a na boca." Peço desculpa pela brejeirice, sei que isto é um blog familiar mas não resisti.

  Depois havia o "Shôr" Hélio, que era o encarregado, o "Shôr" Arlindo que era "morcãoeee", o Ti Zé alentejano, o Gordo, o Pereira, que me dizia que tinha muita barriga não por comer todos os dias uns 7 bolos, mas porque estava grávido, dizia ele que o menino tinha até o bracinho de fora... Enfim... Havia ainda o Vitor decorador e o Vitor padeiro, que no meu ultimo dia de trabalho ligou para a estação de rádio que ouviamos madrugada a dentro e me dedidou o clássico do Clemente "Vais partir"!

  Pois foi e parti mesmo...



publicado por Rita Pastelerucha às 18:05
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Cláudia Pinto a 9 de Março de 2008 às 21:11
Olá!

Tens um desafio à tua espera no meu sótão de ideias!


De Cláudia Pinto a 27 de Março de 2008 às 12:01
Ena, mudámos o blog!!! Muito docinho, por sinal! Agora só falta mesmo actualizares com posts... ;)


Comentar post

mais sobre mim
procurar doces no blog
 
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28


doces recentes

Era uma vez uma quinta...

We'll allways have Paris....

Um brinde...

Se não tiverem paciência ...

E lá fui eu otra vez!

Abram alas para o Noddy!

Arcaz Velho

Há quem compre carros, eu...

25 cm é muito?

A barata diz que tem...

Às vezes tenho tanta fome...

Barcelona!

Mais uma churrascada...

Eu é mais bolos...

Estavam boas estavam...

doces antigos

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

tags

todas as tags

links
gulosos
Free Hit Counters
Hit Counters
mais gulosos
gulosos do mundo
translate me
termómetro
Click for Lisboa, Portugal Forecast
blogs SAPO
subscrever feeds