Diário de uma pasteleira portuguesa a pasteleirar por aí...
Terça-feira, 28 de Junho de 2005
Outra vez de abalada…
IM004087.JPG Pois é, o blog tem estado um pouco abandonado. Mas férias são férias, não é? Não percebi ainda bem como se podem passar 2 semanas tão rápido, nem sei o que fiz nestes dias… Bom, percebendo ou não, a questão é que as mini-férias chegaram ao fim. Nestes dias aproveitei para ir à praia, coisa que em Sevilha não há. Além disso vim mesmo a tempo para celebrar não só o aniversário da Mia, mas também o facto dela ter ficado noiva. Pois é, começam os casamentos… A Mia foi minha colega de escola dos 10 aos 12 anos. Na foto podem ver a feliz aniversariante, com o seu anel de noivado e a boneca de bolacha que eu lhe fiz. Amanhã já estou outra vez de abalada, com as malas e afins. A partida é às 20h30m, para fazer a viagem de noite. Vou chegar a Madrid e ai tenho de esperar um par de horinhas para apanhar o próximo autocarro para Illescas, que vai ser a minha casa nos próximos 2 meses. De Madrid a Illescas são 40 minutos, e de Illescas a Toledo são 35, por isso acho que vou ter como me entreter nos dias livres. As próximas aventuras já serão de novo em “tierras” espanholitas, o estágio tem muitas potencialidades para gerar aventuras, por isso aguardem! Um beijinho para todos e “hasta pronto”!


publicado por Rita Pastelerucha às 23:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sábado, 18 de Junho de 2005
As saudades que eu já tinha da minha alegre casinha...
IM004025boa.jpg Por muito que se goste de estar num lugar, não há nada que supere o chegar a casa. As nossas casa têm cheiros, cores, luzes e sons que são característicos e que nos fazem sentir mais confortáveis que em qualquer outro sítio. Além disso, é algo mais que a casa física, o estar em casa é algo emocional. È o “ultimate” conforto emocional. Infelizmente voltar a casa tem uma coisa implícita que é um bocado aborrecida: fazer as malas. Apesar de não ser agradável, devo confessar que esta minha vida de caracol (sempre com a casa às costas), já me fez uma “expert”. Já sei onde pôr cada coisa, desenvolvi uma impressionante técnica de encaixe e de jogo de pesos. Podem ver na foto algumas das coisas que tinha de trazer. Felizmente pude deixar toda a roupa de Inverno na casa, assim como livros, senão em vez de vir de autocarro teria de alugar um só para mim e as minhas coisas! Lá saí de Sevilha na 2ªfeira. Resolvemos fazer a viagem de noite porque assim aproveitámos todo o dia. Chegámos à estação com as malas, mochilas e afins e comecei a ver demasiada gente. De facto, toda aquela gente não cabia num só autocarro e tiveram de mandar vir outro, muito menos confortável, diga-se de passagem. Claro como eu sou uma rapariga de sorte, lá me teve de calhar esse mesmo. Mas não se ficou por aqui, quando estou a subir as escadas do autocarro o motorista, ao perceber que eu era portuguesa, perguntou-me se eu sabia o caminho para Lisboa. Depois de franzir o sobrolho durante um momento, lá consegui articular um: “Quê?”. Pois é, o segundo autocarro que mandaram vir vinha com um motorista que não só não sabia como vir para Lisboa, mas nunca deve ter saído de Sevilha: Não sabia entrar numa estação de serviço, meteu-se numa via fechada para pagar a portagem, enfim... Finalmente e não sei bem como, chegámos. Depois veio a outra parte difícil de chegar a casa: desfazer as malas. Eu acho que isto ainda é pior, porque pelo menos quando se faz uma mala vai tudo para o mesmo sítio, para a mala. Mas arrumar as coisas, puffffffff, é uma coisa para aqui, outra para ali, realmente não há paciência... Devia haver serviços de fazer e desfazer malas, talvez algum dia ainda monte uma empresas dessas. Talvez tivesse sucesso... Estou a aproveitar para descansar o máximo que puder, porque dentro de 2 semanas lá começa tudo de novo: malas, viagens, e sobretudo, o trabalho de estágio. Beijinhos e “hasta pronto”! Ah! Tenho de acrescentar um beijinho especial de parabéns atrasados à Cláudia. É que já levei nas orelhas por não ter anunciado publicamente que foi há 26 anos, no dia 5 de Junho que o mundo ficou mais rico, devido ao seu nascimento... cof cof cof...


publicado por Rita Pastelerucha às 03:02
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 13 de Junho de 2005
Casita... aí vou eu!!!!!!!!!!
IM004029.JPG

Já tenho as malas feitas, não sei como se pode juntar tanta tralha num ano. Tenho quase a certeza que os meus sapatos se reproduzem sozinhos e que há roupa que entra pela janela... Estou à espera que o meu colega Alberto nos venha buscar a mim e à minha mãe para nos levar à estação de autocarros, porque está claro que a pé não íamos chegar. Amanhã de manhã já estou na minha casinha!
Hoje tivémos um dia óptimo, de manhã fomos aos tais banhos árabes (foto). Não resisto a fazer inveja: Primeiro um banho numa piscina com água morna, e logo em outras duas que se alternavam com água quente e fria. Depois um banho de vapor, jacuzzi, duche de aromoterapia e para terminar um banho numa piscina de sal. Pelo meio uma massagem relaxante, tudo num ambiente super tranquilo, com velas e música arabe. Uma maravilha, recomendo!
Almoçámos no "meu" restaurante, para a minha mãe ver o que faço eu durante o ano. Depois tivémos tarde de comprinhas, como duas boas turistas e lá tivémos de voltar para casa para eu terminar de fazer as "maletas". Agora vou aproveitar os últimos minutitos com as minhas mulheres!
Um beijinho para todos, obrigada por acompanhar o blog e prometo mais notícias desde Portugal!


publicado por Rita Pastelerucha às 22:23
link do post | comentar | favorito

Domingo, 12 de Junho de 2005
Já chegou a mamã!
IM004012.JPG Ontem à tarde chegou a mamã. É impresionante a capacidade que esta mulher tem para se adaptar, assim que chegou quis logo exprimentar o "exlibris" da cultura espanhola: A famosa "siesta"! Mas pronto, teve desculpa porque vinha cansada da viagem. Pela noite levei-a a dar uma voltinha pelo centro, onde podémos ver os monumentos iluminados, os festejos dos béticos pela conquista da Copa del Rey (o Bétis é a minha equipa sevilhana e ganharam ontem o que é equivalente à nossa Taça de Portugal, foi para compensar o meu Benfica), os turistas nas esplanadas e todas essas coisas que há em todas as cidades, mas que se tornam tão mais interessantes quando estamos no estrangeiro... Como fazia muito calor fomos à melhor geladaria de Sevilha, que se chama Raya. Aqui a dificuldade é escolher entre a grande variedade de sabores. Também quis mostrar à Ana Maria outra coisa típica: os chuches. Tradução literal: porcarias. Os chuches são tudo o que se vende nos imensos quiosques espalhados por todo o lado e que consistem em gomas, pastilhas, aperitivos salgadinhos e todas essas coisas que fazem mal ao corpo, mas um bem danado à alma! Na foto podem vê-la entre as bolsas de quicos, pipas, nozes caramelizadas e gomas de todas as cores. Parecia uma menina de 5 anos, vejam como se agarra às bolsas. Comprámos gusanitos (um pacote grande de tipo cheetos- 20 cêntimos), quicos (milho frito com sabor barbecue, os meus preferidos. Também 20 cêntimos) e gomas (5 cêntimos cada 1). É tudo baratissímo, muitas vezes levo para casa um saco cheio destas porcarias por menos de 1 euro. As preferidas dos espanhois são as pipas, sementes de abóbora torradas e salgadas. Todos têm a melhor técnica para as comer e os montes de cascas de pipas no chão ou bancos são também muito típicos. Hoje o jantar vai ser "pescaíto frito", porque a senhora ficou com inveja do artigo onde explico o que é. E também vamos dar outra volta, apesar de domingo estar tudo fechado. Amanhã vai ser um dia em grande: Pela manhã vamos a uns banhos árabes (podem ficar com inveja em www.airedesevilla.com) e depois almoçar na Taberna del Alabardero (o restaurante da minha escola e onde passo metade da minha vida aqui). Aproveitem o fim de semana prolongado, beijinhos das duas!

tags: ,

publicado por Rita Pastelerucha às 19:45
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 10 de Junho de 2005
1 dia... e 1 ano!
Pict0120.jpg Passei o dia a dizer isto... "Falta-me 1 dia... e 1 ano...". É o que me falta para acabar o curso e ser oficialmente uma Pastelerucha! Agora só tenho de voltar à escola dentro de 4 meses! Para celebrar tivemos de ir ao tal bar da esquina para.....bla bla bla bla, (esta parte está CENSURADA para evitar futuras críticas maternas). Ontem fui sair com as minhas mulheres, para nos despedirmos. Já nos estamos quase a ir embora e só vamos voltar a estar juntas em Outubro! Amanhã vem a Ana Maria para passar o fim-de-semana e para me ajudar a levar as coisas para casa. Voltamos 2ªfeira e vou ficar até 30 de Julho. Vou dormir que tenho muito "sueño". Depois conto onde levei a mamã a passear. Ps- A foto é no tal bar. Da esquerda para a direita: Alberto, Guille, Javi, Ale, eu, Ian e Manú.


publicado por Rita Pastelerucha às 23:23
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Terça-feira, 7 de Junho de 2005
Cocinillas vs Pasteleruchos
IM003958.JPG Na cozinha há uma pequena rivalidade entre cozinheiros e pasteleiros. Os cozinheiros dizem que as sobremesas não são tão importantes como a comida em si, por outro lado os pasteleiros acusam os cozinheiros de falta de precisão. Aqui em casa a minha mulher Tere para me picar chama-me "pastelerucha" e eu a ela "cocinilla". Daí nasceu o nome do blog. Mas como podem ver na foto (eu e a Tere, ontem na cozinha), é tudo na brincadeira. É porque nós gostamos de nos meter uns com os outros! Amanhã é 4ª-feira, ou seja, espera-me um dia longo. O menú muda e lá se tem de fazer tudo de novo outra vez. Esta semana gelados e mais gelados (o calor...), os meus brownies, gazpacho de morango e melancia, gelatina de alperce e mais coisitas doces. Hoje cheguei à conclusão de que apesar de só acabar as aulas na 6ª-feira, só me falta trabalhar 1 dia. Ora vejam: São 8 horas por dia, são 3 dias, portanto: 8x3=24. 24 horas= 1 dia! Visto assim parece menos... Tudo depende da maneira como se vê as coisas, certo? Besitos! Ps- Acabo de comer "Gambas al ajillo"! Hummmmmmmm!

tags:

publicado por Rita Pastelerucha às 22:39
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 6 de Junho de 2005
"Pescaíto" frito
IM003956.JPG Ontem o jantar foi "pescaíto" frito. O Manú e o David também estavam por aqui, estes dois disputam o posto de 4º habitante da casa. Fomos à freiduría que temos na rua, que está sempre cheia sobretudo aos fins-de-semana. As freidurías têm uma variedade de fritos e podem pedir-se por kilo, 1/4 kilo, individualmente ou misturados. Nós comprámos pescada, croquetes, cação "en adobo", chocos e ovas, tudo frito, claro. Daí o nome... É muito engraçado, eles põem as coisas em cones de papel e depois come-se em casa ou em esplanadas. Isto é uma coisa muito típica, não sei se em toda a Espanha, mas nesta zona há imensas. Hoje já tivemos aulas prácticas, já estou em contagem decrescente: Faltam 4 dias! Tive um daqueles dias, o congelador avariou-se a meio da tarde e todos os gelados que tinha para as sobremesas derreteram... Tive de fazer um chantilly à pressão e usá-lo em vez dos gelados. Bom, mas estes casos acidentais também servem para aprender. Fazia muito calor na cozinha, mas na rua era exagerado. Podia-vos contar que depois de trabalhar fomos beber algo fresquinho, mas vou-me abester porque depois a Ana Maria telefona-me a chamar-me bêbeda... "Anda uma mãe a criar uma filha, para depois andar a beber por garrafas", palavras textuais em referência ao post anterior. Realmente filha sofre!... Lol! Até amanhã, senão derreter até lá... Beijinhos!


publicado por Rita Pastelerucha às 23:14
link do post | comentar | favorito

Domingo, 5 de Junho de 2005
A noite do Vodka Negro
<img alt="0 009.jpg" src="http://eueasminhascoisas.blogs.sapo.pt/arquivo/0 009.jpg" width="315" height="212" border="0" / De facto vingamo-nos bem vingadas de não ter saido na 6ª feira. Ontem agarrámos no vodka negro da Sílvia (uma da turma) e lá seguimos a batalha do combate ao calor. Como não podia deixar de ser fomos até à Calle Bétis. Hoje claro não se fez nada... Agora vamos jantar que fomos a uma "freiduría" comprar "pescaíto frito", amanhã explico o que é! Xau!


publicado por Rita Pastelerucha às 23:13
link do post | comentar | favorito

Sábado, 4 de Junho de 2005
Dicas para combater "la calóóóóóóóóó"...
IM003922.JPG Sexta-feira tive o último exame deste ano, pelo menos de estudar já estou de férias! Agora só falta uma semanita. Depois do exame fomos de "cervecitas y tintos" para o bar da esquina, à boa maneira sevilhana. Havia que celebrar, e para isso estamos sempre prontos! Quando o calor e a fome começaram a apertar fomos para casa. À noite íamos sair, mas a Tere ficou mal disposta por umas amêijoas que comeu e já não fomos. Hoje teremos de nos vingar!... Eh eh eh! A Alicia abandonou-nos, foi a uma festa na terra do namorado. Por isso a Tere e eu para nos distraírmos fomos ver "tiendas". Na verdade foi apenas uma desculpa para entrar em sítios com ar condicionado... Às 18h estavam 37ºC, por isso já nem comento a temperatura que pode chegar a fazer por volta das 14h! Entre a "siesta" e "la calóóóóóóó" (calor com sotaque andaluz), isto às vezes parece uma cidade fantasma. E ainda só estamos na Primavera. Quando voltei para casa para me refrescar fiz um geladinho de morango, que estava.... Hummmmmmmm! Nem vos digo nada! Sei que corro o risco de que me chamem cruel, mas não resisto a por uma foto! Até me esmerei e fiz uma colagem para verem a evolução desde quando estava na sorveteira até à minha cara de parva a comê-lo! Portanto aqui ficam algumas ideias de como não derreter em Sevilha: Beber cerveja e vinho fresquinhos- Por que se tem de beber muitos líquidos quando faz calor. Ir às compras- Só pelo ar condicionado das lojas, claro. Comer gelados- Para baixar a temperatura corporal, só por isso. Sair à noite- Para, durante umas horas, economizar a energia eléctrica que gasta a ventoinha. Como podem ver sou uma pessoa preocupada com a saúde e com o ambiente. Espero que sigam estes conselhos e se tiverem algo a acrescentar, as vossas sugestões serão benvindas! Um beijinho! Ps- Estou quase a ir para casa!

tags: ,

publicado por Rita Pastelerucha às 21:53
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 3 de Junho de 2005
Barrio Mugre
IM003908.JPG

O da foto é o Yeyo, o meu amigo que estuda realização de cinema. Ontem estive na residência a gravar uma cena do seu próximo projecto chamado "Barrio Mugre". Acho graça fazer estas coisas, além disso ainda vi alguns ex-vizinhos do ano passado. Gostei de viver ali, às vezes tenho saudades da convivência que tinhamos todos, sempre no meio da rua. Era muito giro, mas por 1 ano foi suficiente. Agora estou muito mais confortável na minha casinha, com as minhas mulheres.
No próximo ano vamos ficar aqui de novo. Hoje veio a senhoria, "La Manoli", e como não vai subir a renda e como a casa esta "de puta madre" (isto quer dizer que está muito bem), ficamos mais um aninho.
Amanhã tenho o último exame da temporada, de Gestão Empresarial. Estamos a aprender a fazer a contabilidade de hotéis e restaurantes. Fui almoçar a casa do David para estudarmos e agora vou fazer uma última revisão e estou despachada.
Beijinhos de uma pessoa que vive num mundo de ingresos, gastos, cobros, pagos, amortizações e companhia limitada!


publicado por Rita Pastelerucha às 23:14
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 1 de Junho de 2005
Só falta um!
IM003901.JPG

Tive hoje o penúltimo exame deste ano, de Cultura Europeia. Em realidade acho que se tinha de chamar "Tortura Europeia", porque decorar todas as datas de todos os acontecimentos da União Europeia desde 1946 até 2005, não é normal. Além disso saber as instituições e organismos que a compõem... Tenho a cabeça feita num oito! Pelo menos deu para ter uma ideia do que anda o Durão Barroso por lá a fazer...
Hoje é dia da criança e a minha mãe segue a tradição de me dar um presente. Apesar de já ter 26 anos, como diz ela no cartãozinho que acompanhava o embrulho, eu serei sempre a sua menina! Roam-se de inveja, aposto que queriam uma mãe como a minha! A encomenda chegou há 2 dias, mas com o aviso de que era só para abrir hoje. Lá tive de aguentar a curiosidade! O presente é um cartão de memória para a minha câmara, agora posso tirar 2800 fotos de uma assentada!
Tenho de ir à minha ex-residência gravar uma cena da curta-metragem do meu amigo. Depois conto como foi. Xau xau!


publicado por Rita Pastelerucha às 16:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

mais sobre mim
procurar doces no blog
 
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28


doces recentes

Era uma vez uma quinta...

We'll allways have Paris....

Um brinde...

Se não tiverem paciência ...

E lá fui eu otra vez!

Abram alas para o Noddy!

Arcaz Velho

Há quem compre carros, eu...

25 cm é muito?

A barata diz que tem...

Às vezes tenho tanta fome...

Barcelona!

Mais uma churrascada...

Eu é mais bolos...

Estavam boas estavam...

doces antigos

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

tags

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds