Diário de uma pasteleira portuguesa a pasteleirar por aí...
Segunda-feira, 28 de Agosto de 2006
Mignons e curiosidades

  Estes são os meus mignons, mini-bolinhos que preparo todas as manhãs para a vitrine da pastelaria. São entre 15 e 20 tipos diferentes cada dia e cada um tem um adorno diferente, as vezes tenho de sacrificar algum por motivos de control de qualidade (só por isso, cof cof) e posso garantir que são todos óptimos!

  Já estou aqui há quase 2 meses e os dias têm passado tão depressa, 1/3 do estágio já passou!... Deixo-vos com algumas curiosidades sobre Italia e os italianos que  fui descobrindo (às vezes não da melhor maneira) durante este tempo por aqui:

Gerais

  • Os italianos beijam ao contrário. Passo a explicar: nós cuando cumprimentamos uma pessoa dando 2 beijos, começamos pelo lado direito e depois o esquerdo. Pois aqui começa-se pelo lado esquerdo, este facto já me ia provocando alguns acidentes...
  • Como em Espanha, aqui o uso da faca às refeições é muito relativo. Normalmente come-se só com o garfo na mão direita e pão na esquerda para ajudar.
  • Segundas-feiras está tudo fechado: lojas, bancos, tudo! Portanto para a maior parte das pessoas aqui o fim de semana tem 3 dias!
  • Não sei se é em toda a Italia, mas pelo menos nesta zona imperam as bicicletas. Toda a gente anda de bicicleta a todas as horas e por todos os lados. Levo com cada susto na rua, tenho de estar sempre com atenção porque já ia sendo atropelada várias vezes por cilclitas mais atrevidos!
  • Cada zona de Italia tem o seu dialecto, aqui por exemplo fala-se veneto, que não se percebe nada! Até há uma zona no norte onde se fala alemão...
  • Para um país um pouco maior que Portugal, Italia tem muita gente: eles são cerca de 60 milhões, é muito italiano junto!

Trabalho

  • Aqui temos máquinas modernas para tudo: uma gigante para estender masa, uma pistola de gelatina, uma máquina de nitrogeno líquido, etc.
  • Por outro lado temos coisas bem antigas: para algumas coisas fazemos nós a manteiga e trabalhamos com um fermento natural que tem mais de 30 anos. Este fermento é pior que um filho: cada 3 horas temos de lhe dar de comer e pô-lo a dormir para o manter vivo.
  • Ao chef de cozinha tem de se tratar por chef. Eu que sempre tratei todos os chefes com quem trabalhei pelo nome, por sorte ouvi um dos cozinheiros a falar com ele antes de meter a pata na poça!...

Casa

  • A minha casa e a casa do lado chamam-se “foresterias”, porque aqui vivem as pessoas que são de fora.
  • No meu quarto não há estores na janela, pelo menos a claridade é bem vinda à hora de ajudar a acordar-me às 6h30 todos os dias. O mais chato é quando tenho folga, mas nada que uma viseira não resolva!
  • A minha televisão tem vida própria, se me mexo faz interfêrencia. Não me admira, no lugar da antena tem um prego...

  E no meio de tudo isto, lá vou vivendo eu. Vivendo e aprendendo...

 

 

 

 



publicado por Rita Pastelerucha às 07:09
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 21 de Agosto de 2006
Itália no seu melhor

  Às vezes recebo algum email intitulado "Portugal no seu melhor", repleto de fotos de situações absolutamente caricatas no nosso Portugal profundo e não só. Ora aqui fica a prova que essas coisas acontecem em todo o lado! Reparem nesta montra numa praça de Vicenza, no mínimo curiosa!

  Pois é hoje decidi ir dar um "giro" a Vicenza que é uma cidade vizinha de Pádua (só 25 minutos de comboio). É realmente muito bonita, cheia de monumentos considerados Património da Humanidade pela Unesco e com uma história e cultura arquitectonicas muito importantes, visto ser natural desta cidade um dos maiores arquitectos do país: Palladio. Claro, que como tenho a cabeça nas nuvens esqueci-me que em Itália está tudo fechado às 2ªs-feiras, portanto cheguei lá e deparei-me com uma cidade quase fantasma! Lojas, museus, cafés: tudo fechado! Pelas ruas só andavamos eu, os típicos avós ingleses com a bela chineloca e a meia, os japoneses com as suas máquinas fotográficas e algumas familias de franceses vestidos como sempre com roupa com padrões de flores, todos com a mesma cara de tacho por ter encontrado tudo "chiuso"! Pelo menos sempre deu para dar uma volta, mudar de ares e ver edificios bastante bonitos. E claro, para provar que as distrações são universais!...

 

 



publicado por Rita Pastelerucha às 20:57
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 16 de Agosto de 2006
Turista por dois dias (Milano & Verona)

1- Galerias Vittorio Emanuelle no centro de Milão

2- Casas en Verona

3- Piazza del Duomo em Milão

4- Turistas = mapa

5- Verona vista do castelo

6- Estátua de Julieta

7- Eu e a Sarah na Arena de Verona

 

  Aproveitando os dois dias de soltura que o feriado de 3ªfeira proporcionou, resolvi ir visitar a minha amiga Sarah que vive em Milão. Conheci a Sarah nos Estados Unidos quando eramos as duas Au-pairs, eu estava em Filadélfia e ela em Atlanta. Além de nos termos visitado mutuamente ainda fizemos juntas uma viagem por toda a costa californiana no fim do nosso ano lá. Isso foi há 5 anos e nunca mais nos tinhamos visto, mas sempre mantivemos o contacto. Foi tão engraçado vê-la de novo e ter a sensação de que estes 5 anos não existiram, foi como se a despedida no aeroporto de São Francisco, cheias de malas, tivesse sido a semana passada! É tão bom quando estas coisas acontessem!

  Trabalhei no domingo de manhã e depois de almoçar com alguns dos meus homens rumei a Milão, onde já cheguei de noite. Claro que a primeira coisa que fizemos, eu e a Sarah, foi ver todas as fotos dos Estados Unidos e reviver todos aquelos momentos entre gargalhadas e saudades.

  Na 2ª feira iniciei então a rota turistica pela cidade, obviamente uma rota priveligiada por ter uma guia local (a Sarah é alemã, mas sempre viveu em Milão). Levou-me ao Castelo que era a antiga fortaleza quando Milão era a capital de Italia, ao Piccolo Teatro, à famosa Opera La Scala, às lindissimas Galerias Vittorio Emanuel onde estão todas as lojas dos desenhadores famosos (e caros), ao Duomo (catedral) e à sua impressionante “piazza” e a dar uma volta pelo centro. Tudo muito bonito!

  Ontem fomos com um amigo dela a Verona, aqui todos a fazer turismo com direito a mapa e tudo. Que cidade linda!!!!! Já me tinham dito que era impressionante e tinha expectativas muito elevadas e mesmo assim não fiquei desiludida! Vimos a Arena onde agora se fazem espectaculos de ópera, as “piazzas” que são um encanto, um mercado, a casa da Julieta e a casa do seu Romeu, a catedral e algumas igrejas (todas lindas) e ainda tivemos forças para subir ao antigo castelo para sermos compensados com a maravilhosa vista de toda a cidade. Parecia um cenário, se vierem a Italia não percam esta imagem!

  Obviamente que tudo o que é bom acaba e ao fim da tarde tivemos de regressar às respectivas casas, porque hoje o trabalhinho já estava à espera. Deixou-vos algumas fotos, para vos fazer um poquinho de inveja! Baci!

 


tags:

publicado por Rita Pastelerucha às 17:50
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Sexta-feira, 11 de Agosto de 2006
Um "pranzo" italiano

  Domingo depois de trabalhar fui com esta gente almoçar a casa de um dos que trabalha no restaurante. O pasteleiro tinha ido comprar comida e entre todos, fizemos o “pranzo” (almoço). Quando eu vi os dois belos peixinhos no saco pensei: não acredito! Não acredito que hoje não vou comer massa! Mas claro, foi falso alarme... no saco ao lado lá estava ela, como não?! Pelos vistos, apesar de haver outras coisas, de entrada tem-se sempre de comer massa. Se não os posso vencer, junto-me a eles, o que eu que eu posso fazer?...

  A mim incumbiram-me de descascar as gambas e começaram uns a fazer o molho de tomate (para a massa, claro) e outros a arranjar os peixes. Foi uma imersão total na gastronomia caseira italiana, uma tarde muito gira! Para a posteridade fica o Franco (um dos pasteleiros) com a prova do crime: a panela de cozer a massa!

 

 

 


tags:

publicado por Rita Pastelerucha às 18:57
link do post | comentar | favorito

Sábado, 5 de Agosto de 2006
A rapidez do santo!

  A escravidão já não é o que era e para compensar o Domingo que vou ter de trabalhar quando não deveria, deram-me ontem o dia livre. Tinha pensado fazer um poco de turismo por Pádua que ainda conheço pouco, como amanheceu nublado e fazia até um poco de frio, achei que era um dia ideal para visitar os museus da cidade.

  Chegada ao centro e depois de comer o habitual “gelato” numa geladaria diferente (mouse de merengue e pannacota, hummmmmmm!) decidi mudar de plano porque afinal tinha-se posto uma bela tarde de sol! Armada do meu mapa e da minha camara de fotos, ao melhor estilo japonês, lá andei pelas praças, ruas e ruelas.

  Decidi ir finalmente visitar a Basílica do “nosso” Santo António (foto), depois da primeira nega, desta vez fui preparada com um casaco! Quando estava a chegar... lá estava ela: barulhenta e peluda, a bela escursão portuga! Já é um clássico dos meus passeios turísticos encontrar compatriotas, acho realmente graça que apesar de sermos tão poucos andamos sempre por todo o lado! A Basílica é impressionante por dentro, gostei muito de ver todas as obras de arte e pinturas na parede. O túmulo onde (dizem) está Santo António está rodeado de fotos, desenhos, terços e imensas coisas que as pessoas ali deixam com os seus pedidos. Uma das coisas mais apreciadas é o aparelho vocal do santo que está conservado e à mostra numa vitrine, a isto sinceramente não achei grande graça... Depois há ainda imensas caixas de peditórios, cada uma para uma coisa. Eu até percebo que haja uma dedicada à manutenção, outra para o pão dos pobres, mas a que era destinada às almas do purgatório não percebi bem. Para que é que as almas do purgatório precisaram do meu dinheiro? Abriram algum centro comercial no purgatório e eu não sei? Enfim, as coisas da Igreja...

  Bom e atendendo aos vários pedidos da minha avó lá fui eu por uma velinha ao santo para que tudo me corresse bem (não, não foi para arranjar marido). Mas qual não é o meu espanto quando hoje de manhã lá andava atarefada entre os meus croissants e bolinhos pela pastelaria fora, e vem um homem com o seu croissant na mão e me diz: “Tenho-a observado de há uns dias e tenho muita curiosidade em conhece-la!” Fogoooooooooooo, o santo é mesmo rápido! Ainda ontem pus a vela (ainda que sem intenção, juro!) e hoje logo de manhã já tinha um pretendente! Lá fiz aquele sorriso parvo que normalmente acompanha estas situações e voltei para dentro o mais rápido que pude, eheheh! Realmente uma das empregadas da pastelaria já me tinha dito que havia um homem que preguntava por mim, é um cliente habitual que tem uma empresa de queijos. Claro que ainda tive de aguentar o gozo dos homens da casa, que dizem que me faça amiga dele na expectativa de terem queijo de graça cá em casa, claro está! Por mim vão continuar a comer o pão seco, porque o rapaz.... enfim... pronto, fiquemo-nos por aqui...

 



publicado por Rita Pastelerucha às 20:00
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

mais sobre mim
procurar doces no blog
 
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28


doces recentes

Era uma vez uma quinta...

We'll allways have Paris....

Um brinde...

Se não tiverem paciência ...

E lá fui eu otra vez!

Abram alas para o Noddy!

Arcaz Velho

Há quem compre carros, eu...

25 cm é muito?

A barata diz que tem...

Às vezes tenho tanta fome...

Barcelona!

Mais uma churrascada...

Eu é mais bolos...

Estavam boas estavam...

doces antigos

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

tags

todas as tags

links
gulosos
Free Hit Counters
Hit Counters
translate me
termómetro
Click for Lisboa, Portugal Forecast
blogs SAPO
subscrever feeds