Diário de uma pasteleira portuguesa a pasteleirar por aí...

Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008
O bolo que foi Rei

 

  Longe vai o tempo em que o bolo-rei fazia parte do meu dia-a-dia, ou devo dizer da minha noite-a-noite?... Longe vai o tempo em que acordava sobresaltada com o despertador que rompia o silêncio da madrugada e interrompia o meu sono profundo. Longe vai também o tempo em que me ria das parvoíces dos meus colegas pastelerios, mas isso é um capitulo à parte...

  Foram só 2 mesinhos que estive naquela pastelaria, não queria mais, foi só mesmo um estágio para ter uma noção mais practica da nossa pastelaria comercial. Afinal a rapariga andou por tanto lado a fazer coisas típicas de outros sítios e depois não me sabia fazer o belo do pastel de nata, a bela da bola com creme e o exlibris do nosso Natal o bolo-rei, pois então! Foi bom, foi mesmo muito bom. Custou, ah pois custou, mas o que aprendi compensou.

  Já sabia, mas se tivesse qualquer dúvida tinha ficado esclarecida: este não é de facto o tipo de pastelaria que eu me vejo ou quero fazer. Não é que não goste, nem é por uma questão de perconceito, é simplesmente porque eu gosto de fazer coisas únicas e não apenas mais uma versão do que é feito na pastelaria da esquina de cima, ou na pastelaria da rua de baixo.

 

  Até tive pena de me vir embora, sobretudo por deixar de conviver diariamente com aquelas figuras que trabalhavam comigo e que me brindavam com pérolas diárias de humor espontaneo. Os que conviveram comigo durante estes 2 meses chegaram a ir às lágrimas com as histórias que eu trazia de cada jornada de trabalho. Aquilo é que era mesmo "cada cavadela, cada minhoca"! Cheguei mesmo a andar com um caderno para ir apontando aqueles dizeres.

  O "Farinha" passava a vida a cantar uma canção que tinha uma letra de um valor poético imbativel: "Tenho uma rata no sotão, perto da lata da tinta, todos os dias lá vou a ver se a rata já pinta, lalalalala..." Também ele me contava todos os dias a mesma anedota, também na mesma linha poética: "Oh mãezinha a luz também se come? Não meu filho, porquê? Porque ouvi o papá a dizer à criada -Oh Maria apaga a luz e mete-a na boca." Peço desculpa pela brejeirice, sei que isto é um blog familiar mas não resisti.

  Depois havia o "Shôr" Hélio, que era o encarregado, o "Shôr" Arlindo que era "morcãoeee", o Ti Zé alentejano, o Gordo, o Pereira, que me dizia que tinha muita barriga não por comer todos os dias uns 7 bolos, mas porque estava grávido, dizia ele que o menino tinha até o bracinho de fora... Enfim... Havia ainda o Vitor decorador e o Vitor padeiro, que no meu ultimo dia de trabalho ligou para a estação de rádio que ouviamos madrugada a dentro e me dedidou o clássico do Clemente "Vais partir"!

  Pois foi e parti mesmo...



publicado por Rita Pastelerucha às 18:05
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Terça-feira, 1 de Janeiro de 2008
Doce Natal

  Eu vivo sempre num mundo doce, o açucar, o chocolate, a baunilha & companhia Lda são meus companheiros de trabalho durante todo o ano. Mas no Natal esta doçura acompanha-me até casa e gosto de contradizer o velho ditado "em casa de ferreiro, espeto de pau".

  Este ano devivo ao trabalho nocturno que arranjei e que claro está, durante esta época e muito por culpa da gulodice nacional, aumentou em grande escala, o tempo não foi muito. Com "dias" de trabalho que começavam às 21h e terminavam às 11h do dia seguinte quem é que tinha paciência para chegar a casa e encarar a cozinha? Só mesmo eu, certo?

  Bom, obviamente que não fiz quase nada, a mamã encarregou-se quase de tudo. Mas não quis deixar de dar o meu contributo ao tema natalício cá de casa com esta àrvore de Natal feita de chocolate. Mas aconteceu um fenómeno estranho, com o passar dos dias ela foi ficando cada vez mais depenada. Estranho...

 


tags: ,

publicado por Rita Pastelerucha às 15:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2007
Jantar "quase" em família

  Um post com algum atraso, mas aqui fica para a posteridade uma imagem do jantarinho de Natal da família Marista. É incrível como passado tanto tempo temos conseguido manter o contacto e não só não nos afastámos como ainda nos temos aproximado mais. Parece que ter crescido juntos, deixou marcas.

  "Ó pra nós" tão crescidos! Ah mas no fundo, no fundo, somos ainda aqueles miúdos "muita" mal penteados, com os fatos de treino tão característicos dos anos 90 e traumatizados pelo penteado do Irmão Costa e pelo andar do Irmão Silva. Eu acho que o que nos têm mantido unidos nestes anos todos é o facto de sabermos que todos estamos em posse de fotos de infância comprometedoras uns dos outros. Ninguém quer arriscar que ditas fotos venham a público, por isso que remédio, lá nos vamos aguentando...



publicado por Rita Pastelerucha às 15:52
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quarta-feira, 27 de Dezembro de 2006
Buon Natale!

  Gosto muito de andar a passear-me pelo mundo fora e até já estou habituada a não estar em casa, mas para mim o Natal é sagrado. Gosto de estar em casa, passar tempo com a família, fazer filhoses, comer o meu bacalhau na consoada e bolo-rei durante todo o tempo! Por isso o Natal fora de casa nunca sabe a Natal, mas pode-se passar da melhor maneira possível.

  Eu e os outros desgraçados (alguns italianos do sul e 2 japoneses) que não pudemos ir a casa juntamo-nos para cozinhar, jantar e rir juntos nesta noite como uma família normal. Acabou por ser muito engraçado e fizemos um menu que dava perfeitamente para mais de 30 pessoas! Vejam lá se a nossa mesa não faria inveja a muitas famílias de verdade?!

 


tags:

publicado por Rita Pastelerucha às 22:28
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 19 de Dezembro de 2006
Jantar de Natal/Férias

  E porque este foi o último fim-de-semana antes do Natal e porque depois do ano novo o restaurante vai entrar de férias fizemos um jantar de boas festas/despedida. Foi bom passar uma noite divertida todos juntos longe dos fogões, e também para me treinar para as despedidas a sério dentro de 2 semanas.


tags:

publicado por Rita Pastelerucha às 22:25
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2006
Panettone

  Panettones, galupos, focaccias e pandoros são os doces preferidos dos italianos nesta época. Têm todos a mesma base: uma massa que demora 3 dias para estar pronta e que é feita com fermento natural. Depois uns levam frutos cristalizados, outros não levam nada na massa, mas têm uma cobertura que pode ter vários sabores, etc, o importante é que sejam bons e que estejam obrigatoriamente nas mesas italianas por altura do Natal.

  Aqui na pastelaria agora fazem-se fornadas e mais fornadas por dia para dar vazão às imensas encomendas dos clientes gulosos. Eu como continuo no restaurante não posso fazer parte do processo a 100%, mas sempre que posso vou dar uma espreitadela. É que estes doces só se vêem mesmo aqui e tenho de aproveitar todas as oportunidades para aprender como se fazem estas coisas que são únicas.

  Uma coisa que acho engraçada é como imediatamente depois de saírem do forno, temos de lhes dar a volta para não baixaram. É muito giro, há uns paus enormes com uns espetos onde se vão colocando os panettones e depois são precisas duas pessoas para lhes dar a volta. Têm que se deixar assim até arrefecerem, porque como a massa é muito pesada poderia afundar-se e assim mantêm a forma. E depois é só comer, hummmmmmmm! E acompanhado de um cappuccino são ainda melhores!

  Ahí está o chef do restaurante a partir um gigante com 5 kg para nós provarmos.

 

 


tags: ,

publicado por Rita Pastelerucha às 22:10
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 22 de Dezembro de 2005
Feliz Navidad!
nav.jpg Já acabaram os exames! Mas com o final dos exames, começou uma semana de prácticas e já nem sei o que é pior! Tanto trabalhooooooooooo! Pois é, o Natal é muito propício à venda de tudo o que seja docinho, e se dá trabalho, melhor. O que quer dizer que aqui a desgraçada leva o dia todo desde que acorda até que se deita a pensar em bolos... Ontem e hoje então foi uma correria, ele é bolos, turrões, tartes, bombons, pufffff, eu sei lá mais o quê... E amanhã também vai ser geitoso, tenho de lá estar às 8h da madrugada para decorar as que saem para encomendas. Pronto já chega de queixas! Pelo menos saio mais cedinho e posso fazer a mala mais descansada. Pois é, amanhã já vou para casa passar o Natal em família, como deve ser! Hummmmmmmm já sinto o cheirinho das filhoses! O cheirinho das filhoses e também o cheirinho agradável dos bancos do autocarro onde vou passar 8 horas. Enfim... Na 3ª feira fizemos um jantar de pasteleiros, alunos e professores. Deixo-vos umas fotos desse jantar e do presépio que fizeram na minha rua. Pelo visto é uma coisa típica por estes lados, por presépios em tamanho natural nas ruas, o meu até tem galinhas e ovelhinhas de verdade! E pronto, esta pastelerira cansada vai-se deitar porque o corpo já não aguenta! Dou noticias desde casa, espero que ainda este ano! Espero que tenham todos um óptimo Natal cheio de coisinhas boas! Besitos!

tags: ,

publicado por Rita Pastelerucha às 20:58
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

mais sobre mim
procurar doces no blog
 
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28


doces recentes

O bolo que foi Rei

Doce Natal

Jantar "quase" em família

Buon Natale!

Jantar de Natal/Férias

Panettone

Feliz Navidad!

doces antigos

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

tags

todas as tags

links
gulosos
Free Hit Counters
Hit Counters
translate me
termómetro
Click for Lisboa, Portugal Forecast
blogs SAPO
subscrever feeds